Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

Campeonato Paulista deve ter retorno confirmado em breve

O Campeonato Paulista está paralisado faz algumas semanas por conta da pandemia. Porém, após muitas negociações da Federação Paulista de Futebol, tudo indica que o campeonato está bem próximo de retornar.

Nesta quinta-feira, o Ministério Público de São Paulo enviou um ofício para o governador João Dória falando sobre a manifestação do coordenador do grupo de trabalho de enfrentamento a Covid sobre o protocolo para a retomada do campeonato. Mario Sarrubbo, procurador geral de justiça, afirmou que o novo protocolo é um avanço: ”avanço positivo diante do contexto que se revelava quando da edição do Decreto de 11 de março”.

O procurador ainda afirma que o novo protocolo foi discutido entre as partes nas últimas semanas com a participação da Federação, do comitê de crise da Covid e o ministério público.

Já está perto de 1 mês que o Campeonato Paulista está paralisado. Com a mudança para a fase vermelha em São Paulo, a competição foi impedida de ser realizada. Alguns jogos foram realizados no Rio de Janeiro, porém, os duelos só devem continuar acontecendo em caso de retorno do Campeonato.

Nesta quinta-feira (8/4), o procurador-geral de Justiça, Mario Sarrubbo, encaminhou ofício ao governador João Doria, informando sobre a manifestação do coordenador do Grupo Trabalho de Enfrentamento à Covid-9 do MPSP sobre o protocolo de retomada das atividades de futebol da série A1 do Campeonato Paulista, que foi apresentado pela Federação Paulista de Futebol. Sarrubbo anotou tratar-se de “um avanço positivo diante do contexto que se revelava quando da edição do Decreto de 11 de março”, que estabeleceu a fase emergencial em todo o Estado.

O novo protocolo da FPF, discutido com representantes da Procuradoria-Geral de Justiça e do grupo de trabalho, é “produto de diálogo estabelecido entre esta Instituição e a Federação Paulista de Futebol, em várias reuniões realizadas durante as últimas semanas”. 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.