Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

Cuca não desiste de Veríssimo, mas alerta: “Perdeu a confiança”

O técnico Cuca fez um alerta ao zagueiro do clube

A novela envolvendo o zagueiro Lucas Veríssimo ganhou mais um capítulo neste fim de semana. Após expor publicamente o desejo de ser transferido ao Benfica, de Portugal, o defensor santista não entrou em campo na partida contra o Vasco no último domingo.

Em entrevista coletiva, o técnico Cuca, foi questionado sobre o fato de o zagueiro poder ter feito a sua despedida no jogo que selou a classificação do Peixe para a semifinal da Libertadores.

“É nítido para todos que o Lucas Veríssimo é um grande jogador e que ele nos faz muita falta. A gente se acostumou a jogar com ele. É um zagueiro viril, rápido, bom no jogo aéreo. Ele está num imbróglio com o clube. Na minha função, tento fazer o melhor para o Santos, que é ter o jogador em condição. Não me rendo, não me entreguei. Ainda tento buscar uma solução”, disse Cuca.

Veríssimo

“Não vejo que essa saída do Lucas seja melhor para ele nem para o Santos. Acho que ele tem que sair de uma maneira melhor, por tudo que ele já fez pelo Santos. Cabe a mim continuar tentando. O jogador perdeu a confiança. A falta de credibilidade que se teve, devido a tantas promessas de que ele sairia, faz com que ele não tenha confiança. O Benfica pressionando como está, “ou vem ou vamos atrás de outro”, a cabeça do guri fica um trevo”, continuou o treinador.

O treinador também pediu que o jogador e a diretoria santista entre em um acordo para que o Santos possa contar com o atleta nos jogos finais da Libertadores, em janeiro.

“A gente tem que entrar nesse meio termo e fazer com que o pessoal entendesse que esse momento é muito importante para o Santos e que se tivessem de acordo Benfica e Santos daqui um mês ele vai embora, segue a vida dele. Isso tudo tem de passar pelo aval do jogador. Nós, presidente, eu e diretor, estamos buscando isso. O tempo urge, as coisas são rápidas. A semifinal (da Libertadores) é só ano que vem, mas ano que vem é daqui 10 dias”, concluiu.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.