Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Deputados aprovam PEC que regulamenta Polícia Penal de Minas Gerais; confira

Um dos autores da PEC é o deputado Heli Grilo

Uberaba, 23 de junho, por Aniele Lacerda, Jornal Prime – Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 53/20, que tem como tema a regulamentação da Polícia Penal, foi aprovada em reunião extraordinária, realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

A PEC sobre a Polícia Penal é de autoria do deputado Heli Grilo e a aprovação da mesma aconteceu no segundo turno na reunião realizada na ALMG. O assunto mais relevante da proposta é a estruturação da carreira dos policiais penais do estado.

Então veja também: Aprovação de verba milionária para atividades rurais no estado de Goiás

Publicação sobre a PEC de regulamentação da Polícia Penal

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais usou seu perfil oficial do Instagram para publicar a notícia sobre a aprovação da PEC que regulamenta Polícia Penal do estado. Além disso, informaram que os quadros da nova força policial serão preenchidos por agentes penitenciários e através de concurso.

“A PEC 53/20 ajusta a Constituição Estadual às inovações trazidas pela Emenda à Constituição Federal 104, de 2019, que criou as Polícias Penais federal, estadual e do Distrito Federal. O texto aprovado prevê que o órgão será subordinado ao governador e contará com uma lei orgânica própria”, informam em um trecho da legenda.

Além disso, leia mais sobre: Prefeitura Municipal de Uberaba assina Carta de Intenções para o Projeto Geoparque Uberaba

Em seguida, escreveram que a reunião extraordinária contou com a presença de alguns servidores. Estes estavam na galeria e acompanharam todo o processo da votação. Em seguida, comemoraram bastante a aprovação da PEC.

Como será a carreira da Polícia Penal após aprovação da PEC

Com a regulamentação da carreira, o órgão responsável terá a direção de um policial penal. No entanto, este deverá ter mais de 15 anos de carreira, estar na classe final e ter bacharel no curso de Direito. Outra mudança será em relação as promoções, que terão critérios avaliativos como o tempo de serviço e merecimento. Além disso, a carreira estará sujeita a algumas regras especiais da categoria.

A polícia Penal terá uma Lei Orgânica própria, mas estará sob o comando do governador de Minas Gerais. Quem já exerce a profissão, terá a garantia de participar de eleições para dirigir entidade sindical ou representante da classe. Além disso, não terão prejuízos dos seus direitos e remuneração.

A PEC prevê uma Lei Complementar, para disciplinar as carreiras administrativas da categoria. Inclusive com uma lei específica sobre o assunto.

Portanto, não deixe de ler também sobre: Comissão da Câmara de Uberlândia discute sobre regularização de assentamento

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.