JornalPRIME
Notícias & Entretenimento

Ato de magia negra faz mulher ficar grudada em amante



Uma mulher e seu amante ficaram presos um no outro enquanto tinham relação íntima, após o marido descobrir o caso e resolver realizar um ritual de magia negra contra os apaixonados.
A polícia de Joanesburgo, África do Sul, teve que conter a população que se reuniu perto do apartamento onde o feitiço atacou as partes íntimas do casal.

E, embora os especialistas digam que a experiência embaraçosa tenha acontecido devido a fenômenos médicos que fazem a vagina se contrair demais, a multidão não acreditou.

A imprensa local afirmou que a mulher infiel, Sasha Ngema, de 34 anos, tinha ficado presa no membro de Sol Qoboza, de 22, em um apartamento alugado em Joanesburgo, enquanto o marido da mulher estava fora.

Mas os dois não conseguiram se separar depois que o marido, Neill, de 42 anos, foi até um feiticeiro e lançou a maldição que atacou a relação íntima de sua esposa.

O feitiço – conhecido como um Muthi – é projetado para ter certeza de que qualquer um, que não o marido, possa ter relações íntimas com a mulher, fazendo com que este permaneça preso até que o marido retorne para se vingar.

O casal grudado começou a pedir ajuda, que logo se transformou em gritos quando eles começaram a se preocupar com a situação comprometedora.

No momento em que a polícia chegou, mais de 2.000 pessoas haviam cercado a rua em frente ao bloco de apartamentos gritando: “Queremos vê-los. Se mostrem seus trapaceiros!”

Um porta-voz da polícia disse: “Nós tivemos que usar spray de pimenta para dispersar a multidão.”

O casal foi levado para o hospital, mas Sangoma Mathabo Mofokeng, especialista em magia negra, disse: “Ninguém será capaz de separá-los até que o marido da mulher volte.”