JornalPRIME
Notícias & Entretenimento

Católicos brasileiro queria matar o Papa através de um pacto satânico

Uma sociedade católica brasileira está sendo investigada pelo Vaticano por supostamente tramar a morte do papa Francisco através de um pacto satânico



0
Baixe o aplicativo do JornalPRIME É GRÁTIS.

Uma sociedade católica brasileira está sendo investigada pelo Vaticano por supostamente tramar a morte do papa Francisco através de um pacto satânico. A notícia percorreu alguns dos principais portais de informação do mundo.

O caso envolve a sociedade ultraconservadora Arautos do Evangelho, que é uma dissidência de outro grupo católico, chamado Tradição, Família e Propriedade (TFP), e tem dentre suas ênfases, o exorcismo.

Um vídeo – que pode ser acessado aqui – mostra um grupo de membros do Arautos do Evangelho em reunião lendo a transcrição de um suposto exorcismo, em que o espírito maligno dizia que os patronos da TFP estavam no céu e diziam que a morte do papa aconteceria em breve.

“O Vaticano? É meu, é meu! [O papa] é tudo que eu quero, é um tolo. Me obedece em tudo, é a minha glória, está disposto a fazer tudo para mim. Ele me serve”, teria dito o diabo, enquanto os membros do Arautos do Evangelho riem, demonstrando satisfação. O vídeo teria sido gravado no começo de 2016.

Fonte  : https://noticias.gospelmais.com.br