JornalPRIME
Notícias & Entretenimento

CORRUPÇÃO EM ALTA : PF descobre fraude de R$ 3,2 milhões na Caixa Econômica em MT e GO


Uma operação da Polícia Federal está sendo realizada na manhã desta sexta-feira (18) em Mato Grosso e em Goiás contra uma quadrilha suspeita de cometer fraudes para obtenção de empréstimos na Caixa Econômica Federal (CEF). De acordo com a PF, a estimativa é que a quadrilha tenha desviado mais de R$ 3,2 milhões. Até as 8h, a Polícia Federal não havia informado se algum suspeito tinha sido preso.

O G1 entrou em contato com a assessoria da Caixa Econômica em Mato Grosso, que ainda não se posicionou sobre o assunto. A operação ocorre em Cuiabá, Várzea Grande, região metropolitana da capital, Denise, Nova Marilândia, Arenápolis, Nobres, Novo São Joaquim, Cáceres e Morrinhos (GO). Segundo a PF, devem ser cumpridos 37 mandados de busca e apreensão, seis mandados de prisão temporária e 24 conduções à delegacia. Todos os mandados foram expedidos pela 5ª Vara Federal de Mato Grosso.

A investigação teve início em abril de 2014, quando foi verificada a existência de associação criminosa chefiada por empregado público Caixa Econômica. Conforme a PF, ele simulava a contratação de empréstimos consignados em nome de terceiros, informando falsamente que o empréstimo seria servidor público.

Os envolvidos devem responde pelos crimes de gestão fraudulenta de instituição financeira, peculato, corrupção ativa, lavagem de capitais e de associação criminosa.