JornalPRIME
Notícias & Entretenimento

Fotos e vídeos que "cairão" na internet



0
Baixe o aplicativo do JornalPRIME É GRÁTIS.

Fotos é vídeos que “cairão” na internet

A aplicação Snapchat permite enviar imagens e apaga-as, alegadamente, segundos depois de terem sido visualizadas pelo destinatário, sendo, por isso, muito popular entre os jovens – cerca de metade dos utilizadores do Snapchat são adolescentes entre os 13 e os 17 anos. Agora, mais de 100 mil fotos e vídeos enviados através na aplicação ao longo dos últimos anos foram publicados por hackers na Internet.

Em causa estará o uso de aplicações externas, que pedem acesso aos dados de registo no Snapchat, para permitir guardar as imagens.

Em comunicado, o Snapchat garante que não houve qualquer falha de segurança da sua parte. “Podemos confirmar que os servidores do Snapchat nunca foram comprometidos e não são a fonte destas fugas. Os snapchatters foram vítimas do uso de terceiras aplicações  para enviar e receber snaps, uma prática que proibimos expressamente nos nossos termos de serviço, precisamente porque compromete a segurança dos nossos utilizadores”.

Em janeiro, um grupo de hackers publicou os números de telefone de 4,6 milhões de utilizadores nos Estados Unidos para expôr as alegadas falhas de segurança da aplicação.

Este caso surge semanas depois da primeira vaga de imagens íntimas de celebridades ter aparecido online, roubadas a partir da iCloud da Apple. E, segundo o The Guardian, por detrás do novo roubo poderão estar precisamente os mesmos responsáveis pela publicação das fotos das estrelas.