A GUERRA AINDA CONTINUA : Record paga R$ 10 mil por entrevista e usa Russo para atacar a Globo



Baixe o aplicativo do JornalPRIME É GRÁTIS.

russo-rederecord-globoHá três meses no ar, o Domingo Show é um pograma que faz do sensacionalismo e da exploração do drama alheio a sua matéria prima. Todos os domingos, o apresentador Geraldo Luis repete a fórmula. Durante mais de uma hora, enrola o público em torno de uma história de apelo popular, quase sempre envolvendo alguma pessoa outrora muito conhecida e hoje um tanto esquecida.

No último domingo (22), a atração da Record fez miséria da desgraça de Antônio Pedro de Souza e Silva, o Russo. Durante 46 anos, Russo foi operador de áudio e assistente de palco da Globo. É é da era de Chacrinha, encerrada no final dos anos 1980. No programa, fazia o papel que o anão Marquinhos faz no show de Geraldo Luis, o de palhaço sem maquiagem e aberração.

Aos 83 anos, Russo se aposentou há mais de 20, mas mesmo assim continuou trabalhando na Globo. Passou pelo Domingão do Faustão, Xuxa e Caldeirão do Huck. Em março deste ano, depois de sofrer um infarto no trabalho, a Globo o obrigou a ficar em casa e bloqueou seu crachá, o impedindo de entrar no Projac, a central de estúdios da Globo.

Segundo a companheira de Russo, Adriana Melo, a Globo se comprometeu a pagar o plano de saúde e uma “renda” por mais cinco anos. De acordo com o próprio Russo, ele ganha apenas “mil e poucos” reais de aposentadoria (na entrevista, ele não confirmou a “renda” da Globo). Mais do que a dificuldade financeira, o que magoa Russo é a impossibilidade de trabalhar, o descarte depois de tanto tempo de servidão. “Fui mandado embora da Globo sem mãe e sem mãe. Foi uma covardia o que fizeram comigo”, disse para a Record.

From: fatimanews.com.br

Comentários

Loading...