JornalPRIME
Notícias & Entretenimento

Gusttavo Lima pode pagar multa de R$ 1,7 milhão por não cumprir contrato

Gusttavo Lima recebeu intimação judicial no hotel em que estava hospedado, em Brasília, nesta quarta (11), pouco antes de fazer um show na cidade. Em razão disso, a apresentação dele teve atraso para começar.

Ele está sendo processado por uma empresa de cosméticos que o contratou em 2014 como garoto-propaganda de uma nova linha de produtos.

gusttavo-lima
Gusttavo Lima pode pagar multa de R$ 1,7 milhão por não cumprir contrato

O contrato previa fotos publicitárias, aparições na TV e na mídia por seis meses, além de um show em Brasília. Para isso, foram pagos R$ 280 mil, além de outros R$ 80 mil em títulos de doação, segundo a imprensa de lá. Agora querem cobrar multa por não cumprimento do acordo, que pode chegar a R$ 1,7 milhão.

De acordo com o portal de notícias Metrópoles, de Brasília, a empresa de cosméticos está na cola de Gusttavo Lima há dois anos, mas sempre eram driblados para não falar com ele. Agora, finalmente, conseguiram encontrá-lo nesse hotel. Inicialmente, produtores e seguranças até tentaram despistar os oficiais de Justiça, mas Gusttavo os recebeu.

Procurada por esse blog, a assessoria de Nivaldo/Gusttavo Lima disse:

“O advogado do cantor Gusttavo Lima, Cláudio Bessas, teve acesso a intimação na tarde de hoje. Segundo ele, a rescisão partiu da empresa contratante em virtude do cantor não comparecer à festa de lançamento da marca.

Fica o registro de que este compromisso não foi acordado em contrato, portanto, comprovando a isenção de responsabilidade do cantor no evento”.