JornalPRIME
Notícias & Entretenimento

Hacker : Anonymous ataca site do Pastor Silas Malafaia


A onda de ataques a sites de líderes religiosos por movimentos pró-LGBT não param, dessa vez foi o site Verdade Gospel, do pastor Silas Malafaia, que sofreu ataque de hackers.
A página com notícias cristãs foi invadida pelo Anonymous que utilizou o filtro do Facebook com a bandeira gay (em comemoração a aprovação do casamento gay nos Estados Unidos) nas fotos de figuras como o deputado federal Jair Bolsonaro, deputado Marco Feliciano, deputado Eduardo Cunha, Levy Fidelix, Silas Malafaia, Danilo Gentilli, Rachel Sheherazade e do senador Aécio Neves.
Um texto dizendo que política e religião não devem se misturar foi postado no site, dizendo que parlamentares cristãos desrespeitam a laicidade do Estado e atacam “minorias” por conta de suas orientações sexuais.
“O pensamento proibicionista sustenta o mesmo critério que as igrejas tinham na idade média, o do castigo para aquele que transgride a moral religiosa. Não basta que cada um pratique sua religião e seja feliz na diversidade, é preciso massificar a cultura e o pensamento, deixar todos iguais, de joelhos, e pagando devidamente seus dízimos”, diz o texto atacando o pastor Malafaia.
O site voltou a funcionar e em uma publicação criticou a intolerância dos hackers que não respeitam a opinião de quem é contra a prática homossexual.silasl
“Os verdadeiros intolerantes se revelam! Nosso portal foi invadido na madrugada desta sexta-feira (26), após o debate que amplamente divulgamos sobre o Estatuto da Família, em Brasília, onde a deputada Érika Kokay não aguentou as críticas e se ausentou da discussão, e também logo após o pastor Silas Malafaia se manifestar contra a aprovação do casamento gay nos EUA. É uma vergonha!”, diz o texto.
Nas últimas semanas pessoas ligadas ao movimento gay hackearam o site do deputado Marco Feliciano e também o Twitter da Igreja Universal do Reino de Deus, uma forte afronta aos cristãos por conta do posicionamento em relação ao comportamento homossexual.verdade-gospel-hackeado