Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

Comandante dos Bombeiros, que deixa o cargo hoje, recebeu salário de R$ 115 mil

Assim como o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) e ex-secretários do staff dele, também recebeu um super salário em novembro de 2014, penúltimo mês de gestão, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Aderson José Barbosa.  A remuneração bruta dele é R$ 22.966,26. Em novembro, esse valor subiu cinco vezes mais, para R$ 115.407,79.

O ex-governador Silval Barbosa recebeu em dezembro o salário de R$ 152 mil e não R$ 16 mil, valor mensal previsto. 9 secretários foram agraciados

A informação é pública e está no Portal Transparência do Estado de Mato Grosso. O coronelcomandante ‘Barbosa’ aparece como efetivo comissionado.

O coronel passa nesta quinta-feira (22) o comando do Corpo de Bombeiros ao indicado pelo atual governador Pedro Taques, coronel Júlio Cézar Rodrigues, às 18h30, no auditório Clovis Vetoratto, Palácio do Governo.

O Portal Transparência revela também que o ex-governador recebeu em dezembro o salário de R$ 152 mil e não R$ 16 mil, valor mensal previsto. Nove secretários do staff dele também foram agraciados. Entre eles Pedro Nadaf (Casa Civil), que recebeu R$ 62.031,83, Jorge Lafetá (Saúde) e Cinésio Alves (Transporte). Lafetá e Alves receberam, cada um, R$ 39.474.8.

A Secretaria de Estado de Administração (SAD), responsável pela folha de pagamento do Executivo, explicou, via Assessoria de Imprensa, que no caso do governador o valor subiu muito por conta da retirada de férias acumuladas e outros benefícios trabalhistas. No caso do comandante Aderson, ele tinha quatro férias vencidas. Somadas ao valor do salário, chega-se ao montante de R$ 115 mil.

A farra das “indenizações trabalhistas” foi destaque na imprensa nacional, com vários portais de notícias repercutindo a suposta ilegalidade.

fonte : reportermt