Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

Começa nesta terça o julgamento de ex-bilionário Eike Batista

Nesta terça-feira (18), o juiz Flávio Roberto de Souza dará início ao julgamento de duas denúncias contra o ex-bilionário Eike Batista referentes à manipulação de mercado e insider trading. O pedido de habeas corpus que pedia a suspensão da ação penal foi negado pelo desembargador Messod Azulay do Tribunal Regional Federal da 2ª região na tarde desta segunda-feira (17).

A informação foi confirmada pelo juiz titular da terceira Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro, Flávio Roberto de Souza ao R7.

Entenda abaixo as denúncias:

Manipulação de Mercado – Em outubro de 2012, Eike Batista teria simulado uma operação considerada normal no mercado financeiro, conhecida como Put, em que se comprometia a comprar ações da OGX (atual Ogpar), injetando US$ 1 bilhão na empresa. Mas o investimento nunca aconteceu. A companhia na época já sofria desconfiança dos investidores e a atitude do ex-bilionário hoje é encarada como uma forma que ele encontrou de dar a entender que existia capital disponível para a empresa.  De acordo a denúncia do Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, a má-fé e a fraude estava justamente na divulgação de um contrato com cláusula (a Put) que jamais foi executado. Pelo fato de não investir o capital anunciado, Eike teria evitado a diminuição do seu patrimônio pessoal em cerca de R$ 1,5 bilhão.

Insider Trading – Acontece quando o investidor faz uso de uma informação privilegiada, que ainda não é de conhecimento público, para ter lucro ou vantagem no mercado de ações. Segundo denúncia do Ministério Público Federal do RJ, no período de 24 de maio a 10 de junho, Eike teria vendido ações da OGX e gerou um lucro indevido na ordem de R$ 125 milhões. Já entre 28 de agosto e 3 de setembro do ano passado e entre 27 de agosto e 2 de setembro, novamente, Eike obteve lucro de R$ 111 milhões com mais vendas de ações. Nessa época, Eike teria omitido as conclusões técnicas e financeiras da empresa Schlumberger Serviços de Petróleo Ltda – contratada pela OGX para fazer consultoria que mostravam que o volume de óleo recuperável nos campos não era viável economicamente, ou seja, a empresa teria mais custos para furar poços do que o lucro obtido com as vendas.

fonte : r7.com