Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

Congresso Militantes Missionários cobra 3 mil reais por 15 minutos de pregação

O Congresso Militantes Missionários estará acontecendo entre os dias 1 e 13 de Fevereiro na cidade de Redenção no interior do Pará.

Idealizado pelo pastor Adão Santos, bastante conhecido pela sua deficiência visual, o evento está em sua nona edição.

Com uma lista extensa de cantores e pregadores, o Militantes Missionários chega a ter mais de 200 atrações, entre cantores e pregadores.

Congresso Militantes Missionários
Congresso Militantes Missionários
No entanto, essa semana O Fuxico Gospel recebeu uma denúncia de que para cantar ou pregar no evento, seria preciso pagar.
O denunciante é um aspirante a pregador, que queria ter a oportunidade de pregar em um grande evento, e acreditou que poderia ter a oportunidade de pregar nos Militantes, já que o pastor Adão Santos faz o evento com recursos de ofertas e doações. O pregador imaginou que por ser um evento missionário teria espaço para falar da palavra de Deus.
Ao procurar o pastor Adão, o rapaz ouviu que todas as vagas estariam preenchidas, mas que , naquele mesmo dia um pregador havia desistido.

Mais tarde, Adão indicou que o rapaz procurasse seu assessor, por nome Miqueias.

Em conversa com o tal Miqueias, ele explicou que cada pregador estaria “ofertando” a quantia de R$3 mil reais, porém, eles tiveram a oportunidade de parcelar em 3 vezes.
Como o evento já estava em cima do inicio, o assessor perguntou quanto o pregador estaria disposto a “ofertar”.
O tempo de pregação é em média 15 minutos, já que são mais de 200 pregadores e cantores.
Para entender:
Oferta nesse caso é “Pagamento”, tanto que o valor foi dividido em 3 vezes.
Se fosse de fato uma oferta, seria voluntária e não teria a necessidade de parcelamento.
Confira o print:
Print da conversa com o assessor do evento


O Fuxico Gospel
conversou com o pastor Adão Santos sobre o assunto. Por telefone ele explicou que não autoriza ninguém a cobrar por uma oportunidade de pregar.

Sobre o print da conversa com Miqueias, o tal assessor, ele afirma que o rapaz agiu por conta própria e que desconhece que ele tenha cobrado qualquer quantia.

Ele também disse que o seu evento sustenta dezenas de missionários, apesar de não apresentar nenhuma prova.
Ele disse que cada pregador ou cantor que sentir no coração de dar uma oferta, poderá fazer, para cobrir as despesas, mas que não exige de ninguém.
Apesar das negativas, essa não é a primeira vez que surgem denúncias  a respeito do pastor Adão Santos. Cobrar dos pregadores e cantores pela participação no congresso Militantes já seria prática já é comum, segundo pessoas que já participaram, “se quiser pregar, tem que pagar”.
Mesmo não sendo crime, a pratica de exigir dinheiro em troca de 15 minutos de espaço para pregar, revela o uso do ambiente religioso como comércio, prática combatida veementemente por Jesus Cristo em seu tempo.
Fonte : Fuxuco Gospel