Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

Estudo mostra os 10 principais motivos que leva uma mulher casada a trair seus maridos

Em geral, as mulheres traem menos que os homens. Uma pesquisa feita nos Estados Unidos, o Estudo do Comportamento Sexual Americano revelou, em 2012, que 14% das mulheres casadas já traíram, enquanto 22% dos homens casados pularam a cerca. De acordo com alguns especialistas, este número tende a subir, já que com a liberação sexual as mulheres se sentem menos restritas.

Porém, os motivos que levam mulheres casadas a traição são diferente dos motivos dos homens. Enquanto homens traem por questões como pressão dos colegas, oportunismo (a oportunidade está lá, ele aproveita) ou porque ele acredita que é normal para homens traírem, as mulheres traem por uma questão mais emocional, embora questões de satisfação sexual também tenham sido apontadas como causas. Confira os dez motivos que levam mulheres casadas a traição.

1. Ela se sente desvalorizada
Em um relacionamento, muitas vezes são as mulheres que mais cedem – que focam menos na carreira para cuidar dos filhos, que mudam de cidade para acompanhar o marido que conseguiu uma promoção, que têm menos tempo para o lazer porque têm que cuidar da casa. Se estes gestos passarem despercebidos na correria do dia a dia, ela pode se sentir desvalorizada, negligenciada. Pior ainda é se ela ouvir críticas como “você tem que se exercitar”, sendo que ela não se exercita justamente porque não tem tempo. Isso quer dizer que ela pode acabar achando esta valorização em outro lugar. Não necessariamente ela sai de casa na intenção de trair, mas a oportunidade pode acabar surgindo e ela pode trair para preencher essa necessidade.

2. Ela está insatisfeita com o marido
Se ela está desapontada com o marido, se ele não é mais o cara ambicioso no trabalho, esportista, se não se importa mais em dividir as tarefas da casa, tudo isso corrói, aos poucos, a admiração que ela tinha pelo marido. É necessário que haja a admiração mútua em qualquer relacionamento. Ela pode acabar demonstrando afeto por outra pessoa que ela realmente admire.

3. Insatisfação com o casamento
Esta é uma insatisfação diferente da insatisfação com o marido, embora uma possa fazer parte da outra. Na insatisfação com o casamento, a mulher não está satisfeita com o relacionamento em si: não há romance, não há um sentimento de parceria entre marido e mulher, o casamento caiu em uma rotina avassaladora. Pode ainda ser um problema dela mesma, que idealizou demais a vida de casada como um conto de fadas e percebeu que a realidade é bem distante disso.

4. Desejo de uma intimidade maior
Esse é um dos problemas mais comuns que levam mulheres casadas à traição. Por seus parceiros serem muito fechados, às vezes distraídos, as mulheres sentem que não têm um espaço emocional para troca de sentimentos. Apenas ela fala, ele ouve (ou finge que ouve), mas sem a reciprocidade ela sente que não há um laço emocional verdadeiro. Esse é um problema tão comum que hoje em dia já se fala em “traição emocional” , que acontece quando uma mulher (ou homem) passa a se encontrar e criar um laço emocional muito forte com outra pessoal, há uma tensão sexual e romântica, embora o ato físico da traição não aconteça.

5. Desejo de ter a atenção masculina
Algumas mulheres passaram parte da sua vida inibida por se acharem feias, gordas etc. Quando algumas delas passam por algum tipo de transformação, elas se sentem mais confiantes para paquerar e querem viver o que não viveram antes. Outra situação é se o marido simplesmente não presta atenção ao fato de que ela mudou o corte de cabelo, parou de elogiar quando ela se arruma etc.

6. Reafirmação de que continua sendo desejável como mulher
Isso normalmente acontece com mulheres já mais velhas e com filhos. Quando uma mulher se torna mãe, é fácil para ela e para as pessoas ao redor vê-las como mães e donas de casa, mesmo que elas trabalhem fora. Assim, sua identidade de indivíduo, de mulher, fica esquecida. Até mesmo o marido pode passar a ver sua esposa apenas como mãe de seus filhos – uma mulher que resolve os problemas dos filhos, que os alimenta etc. Ou simplesmente como mulheres que envelheceram, que entraram na menopausa e que se sentem menos mulher. Quando outro homem dá uma atenção especial a essa mulher, ela se sente desejável porque este homem não está fazendo isso por “obrigação”, como seu marido.

7. Sentimento de curiosidade sexual
Às vezes o marido não topa realizar certas fantasias dela, às vezes ela simplesmente quer experimentar fazer algo com um homem por quem se sente extremamente atraída.

8. Resgatar o romance
Às vezes o casamento até vai bem no sentido de que ninguém briga, de que marido e mulher ainda conversam etc. Porém, muitas vezes os pequenos gestos de romance desaparecem: não há mais café da manhã na cama, o marido não traz flores sem motivo (fora de datas especiais). Elas querem isso e podem se sentir mal em falar para seu marido que é disso que precisam, já que no imaginário feminino o romance tem que acontecer de forma espontânea e como uma surpresa, e não porque ela pediu. Quando um homem quer conquistar uma mulher, ele costuma usar estes artifícios e se a mulher estiver sendo privada de romance, tudo pode acontecer.

9. Tédio e solidão
Aqui entram vários fatores. Ela pode ter perdido o emprego e sentir que não tem apoio seu em casa, pode ser que vocês tenham se mudado de cidade e ela esteja se sentindo solitária. Este também é o caso de mulheres cujos maridos passam muito tempo fora de casa viajando a trabalho. O sexo casual ou mesmo um caso romântico podem ser usados para preencher o vazio.

10. Vingança
Quando você faz algo que a chateia muito, especialmente se você traiu, ela vai sentir a necessidade de te machucar também. Quando é este o caso, ela pode se sentir ainda pior depois da traição, porque fez sexo não pelo sexo, mas como arma de contra ataque. Seja qual for o motivo que leve mulheres casadas a traição, o importante é saber que a traição é um sintoma de algo não vai bem no relacionamento ou não vai bem com ela. O ideal é que ele seja identificado antes da traição, portanto, prestar atenção ao comportamento e à fala dela são imprescindíveis, bem como uma conversa franca sobre o assunto. Se a traição acontecer, há vários caminhos a serem tomados antes de se pensar em divórcio. Um conselheiro matrimonial ou terapeuta de casais pode ser consultado e os problemas podem ser trabalhados.

E você, já passou por algo parecido? Acredita que mulheres casadas traem basicamente por questões emocionais? Deixe seu comentário abaixo!

Fonte: Conversa de Homem