Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

Fundador da Telexfree admite fraude no esquema

James Matthew Merrill, um dos fundadores da TelexFree, confessou-se culpado nos EUA por crimes de conspiração e fraude, diante de uma corte no Massachusetts (EUA), nessa segunda-feira. Segundo informa o The Wall Street Journal, Merrill se declarou responsável por nove crimes, ao total – um de conspiração e oito de fraude.

O norte-americano corre o risco de pegar até dez anos de prisão, de acordo com o jornal, pelos crimes de fraude.

O empresário conseguiu um acordo com a Promotoria de Boston, que cuida da investigação do esquema de pirâmide financeira relacionado à TelexFree.

Ele terá que devolver aproximadamente 140 milhões de dólares em bens como barcos, imóveis e carros de luxo. Por outro lado, uma acusação de lavagem de dinheiro foi arquivada. Ainda precisa haver a homologação do acordo pela Justiça dos Estados Unidos.

PirâmideTelexfree admite fraude
A empresa começou a atuar no Brasil em março de 2012, vendendo planos de minutos de telefonia pela internet (VoIP), serviço semelhante ao Skype. Foi proibida de operar no final de junho de 2013 a pedido do Ministério Público do Acre (MPAC).

Em setembro de 2015, a TelexFree foi condenada a pagar R$ 3 milhões de indenização por danos extrapatrimoniais coletivos aos colaboradores que não entraram com ações individuais anteriores à sentença.

Também foram declarados nulos todos os contratos firmados entre a empresa e os seus divulgadores, em razão da ilicitude do objeto dos contratos. Houve ainda dissolução da empresa Ympactus Comercial Ltda. (TelexFree) e desconsideração da personalidade jurídica e todos os réus foram condenados à obrigação de não fazer, para que não celebrem novos contratos no mesmo modelo do que foi considerado como pirâmide financeira.