Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

ISSO NÃO PODE ACONTECER : Entenda porque o time da Argentina não pode ganha a copa

Brasil e Argentina são duas das melhores seleções de futebol do mundo, mas quando esses dois times jogam existe um fator a mais em campo: a enorme rivalidade entre os dois países.

No decorrer da história, brasileiros e argentinos foram protagonistas de jogos históricos, que muitas vezes chamavam a atenção não só pelo belo futebol jogado, mas por brigas entre os jogadores que tomavam proporções gigantescas. Pelé x Maradona, Messi x Neymar, Boca Juniors x Flamengo, Independiente x Corinthians.

Quando se trata de futebol, qualquer confronto entre Brasil e Argentina é mais do que um jogo: é uma guerra!

Mas quando e como isso começou?

História

Antes mesmo da invenção do futebol, já existia uma rivalidade entre Brasil e Argentina. Espanhóis e portugueses iniciaram essa rixa logo após o descobrimento da América, quando dividiram suas terras no Tratado de Tordesilhas. Depois, com os países já independentes, a tensão entre as nações aumentou com a Guerra Cisplatina, quando Argentina e Uruguai se uniram para combater o avanço do Brasil na região do Rio da Prata. Um dos últimos momentos de tensão na história entre brasileiros e argentinos foi nos anos 70, durante a construção da Usina de Itaipu. Argentinos acreditavam que Buenos Aires poderia ser inundada completamente caso a usina fosse destruída. A partir dos anos 90, com a implementação do Mercosul, as relações políticas entre os dois países melhoraram consideravelmente.

Os primeiros jogos

As seleções de futebol de Brasil e Argentina tiveram seus primeiros jogos no início do século 20, com uma enorme vantagem dos argentinos. O primeiro jogo foi no dia 20 de setembro 1914, quando as duas seleções disputaram uma partida amistosa em Buenos Aires. O resultado foi uma vitória de 3 a 0 para os argentinos. Porém, uma semana depois, na disputa da final da Copa Roca, o Brasil ganhou de 1 a 0 da Argentina, dando o troco nos seus vizinhos e comemorando o título na frente da torcida argentina.

Decisões e eliminações mais famosas

Brasil e Argentina já disputaram vários jogos importantes de torneios sulamericanos, mundiais, olímpicos e também de categorias inferiores. Entre os jogos finais mais emblemáticos, estão as decisões da Copa América de 2004, quando Adriano empatou a partida nos minutos finais com um golaço, levando a decisão para os pênaltis e tirando um título que estava nas mãos da Argentina. A Copa das Confederações de 2005, na Alemanha, foi outra oportunidade em que o Brasil humilhou seus adversários, com uma goleada de 4 a 1. Entre as derrotas mais doloridas do Brasil, está o jogo disputado pelas oitavas de final da Copa de 90 na Itália. Naquela ocasião, a Argentina de Maradona ganhou de 1 a 0 com gol de Caniggia, eliminando o Brasil da competição.

Rivalidade entre os clubes

O Brasil leva vantagem na quantidade de títulos mundiais conquistados. A seleção verde amarela foi cinco vezes campeã da Copa do Mundo, contra somente dois títulos dos argentinos. Porém, quando o assunto é Copa Libertadores, os clubes argentinos estão na frente. São 22 campeonatos para os portenhos contra 16 dos brasileiros. O clube mais temido pelos brasileiros é o Boca Juniors, que já ganhou seis vezes o campeonato continental de clubes, eliminando Santos e Palmeiras na final em algumas situações. Outro grande campeão é o Independiente, que possui sete títulos. Os brasileiros ainda precisam ganhar muito para poder equiparar o nível. Santos e São Paulo contam com três títulos cada.

fonte (acidezmental.xpg.uol.com.br)