JornalPRIME
Notícias & Entretenimento

Menino do Acre pode ter “enganado” a polícia e usado estratégia de marketing para ficar rico

Nova linha de investigação acredita que o 'Menino do Acre' Bruno Borges teria usado uma estratégia de marketing para ficar rico vendendo seus livros



0
Baixe o aplicativo do JornalPRIME É GRÁTIS.

O menino do Acre como é conhecido esta desaparecido a mais de 40 dias, Bruno Borges sumiu sem deixar pista, na época do desaparecimento a polícia registrou em vídeo as imagem do quarto de Bruno Borges, logo o caso do menino do Acre ficou nacionalmente conhecida pelo simples fato do mistério que continha no quarto de Bruno.

Lá foram encontrados 14 livros criptografados, uma estatua com mais de 2 metros de altura avaliada em mais de R$20 vinte mil reais, desenho enigmáticos feito no chão, na parede e no teto, tudo isso contribuía para um ambiente curioso e ao mesmo tempo assustador.

Não demorou muito para que mídia de todos os seguimentos pautasse o assunto, o sumiço de Bruno Borges chegou a ser destaque no G1, o quarto maior site do Brasil.

Porem uma nova linha de investigação esta sendo traçada, pois aquilo que parecia mais um sumiço comum começou a ganhar forma. Os policiais acredita que o sumiço do Bruno tenha sido uma estratégia de marketing, que tem como objetivo ganhar dinheiro com a vendas dos livros, visto que os 14 livros criptografados acabou se tornando um dos maiores mistério atrelado ao  sumiço de Bruno.

um dos pontos que reforça que o sumiço do Bruno teria sido arquitetado, seria essa declaração  de Alcino Júnior.

No dia em que o Bruno some, ele vai ao cartório e registra o contrato. Então, para nós fica muito contundente que não foi um desaparecimento qualquer, na verdade, foi um plano consciente de afastamento, e o contrato mostra que há prazo para divulgação desses livros, prazo para publicação, destinação de porcentagem para quem o ajudou, no caso, essas três pessoas que o ajudaram de imediato. Para nós, está muito claro isso”, afirmou Alcino Júnior à publicação.

Já nas redes sociais os internautas não resta duvidas que o sumiço de Bruno tenha sido uma jogada de marketing