JornalPRIME
Notícias & Entretenimento

Neymar chorou de alivio : Sabia que havia escapado de ser o bode expiatório.



Neymar chorou como um desesperado assim que Jara acertou a trave e confirmou a classificação do Brasil para as oitavas de final. O camisa 10 desabou em lágrimas e rezou muito. Agradecia a sobrevivência da Seleção Brasileira. Ficou muito tempo abraçado a David Luiz. Ambos agradeciam a Deus a classificação.

Neymar sabia que seria o jogador mais cobrado. Ele foi muito mal hoje contra os chilenos. Não conseguiu escapar da marcação. Tinha plena consciência que a eliminação poderia ser um desastre para sua carreira. Seria o bode expiatório.

Foi quando a sua imaturidade de garoto de 22 anos finalmente veio à tona. Ele percebeu o peso que carrega nas costas. Precisa fazer o Brasil campeão de uma Copa do Mundo.

“Eu chorei muito mesmo. Foi de alívio, de alegria. Nós não poderíamos ser eliminados ainda no meio do caminho. Eu percebi o peso de uma Copa do Mundo. Tenho certeza que saí deste jogo com alguns cabelos brancos.”

Foi sua maneira pueril de tentar explicar toda a tensão que sentiu. Neymar foi anulado por Sampaoli. Mas o treinador argentino teve uma ajuda considerável.
“Um jogador chileno acertou violentamente o joelho na sua coxa esquerda, ainda no começo do jogo. Foi uma paulistinha. Isso atrapalhou sua movimentação porque dói muito”, diz o médico José Luiz Runco.

neymarcopa2014

Neymar foi firme. Fez questão de garantir que não foi a pancada que prejudicou seufutebol. “Tomei mesmo a pancada. Mas não vou usá-la como desculpa. Pude jogar normalmente. Se não consegui ser melhor foi por causa dos chilenos.”

O jogador admitiu que a sua queda de produção esteve mais relacionada ao bom futebol chileno. “O Chile tem uma grande seleção. Nos encarou de frente. Marcou, buscou o jogo. Foi um grande adversário. Não permitiu que o Brasil impusesse a sua maneira de atuar. Eles fizeram ótima partida. Não foi a Seleção que jogou mal. Eles é que foram muito bem.”

Neymar fez uma confissão. Na hora em que foi cobrar a sua penalidade, pensou em Deus. Foi caminhando rezando silenciosamente. “Sabia o que significava a minha cobrança. O quanto estava em jogo. E eu só pedia uma coisa: sabedoria. Só queria sabedoria. E ela veio e pude cobrar a penalidade como eu sei e consegui marcar o gol.”

neymar-copa2014

Pouca gente se dá conta o que seria a eliminação do Brasil aqui em Belo Horizonte, nas oitavas de final. Com sua maior estrela desperdiçando sua penalidade.

Mas o balanço que fazia do jogo era otimista. Avisou que a partida marcará sua carreira.
“Um jogo tão sofrido assim, ninguém esquece. Esse tipo de partida serve para te amadurecer. Não só como homem. Mas como pessoa mesmo. Saio diferente depois dessa partida. Tenho certeza que ela será importante para o restante da Copa. Não só para mim, mas para o nosso time. Tanto sofrimento só pode fazer bem.”

Pela primeira vez nesta Copa, Neymar reconhece que fraquejou. Mas teve coragem. Não fugiu por uma porta paralela. A CBF sempre oferece a ele uma saída não convencional para escapar dos jornalistas. Basta jogar mal e Neymar tem essa opção.

Só que desta vez ele fez questão de encarar os repórteres. Está amadurecendo. Um ídolo de verdade tem dias maravilhosos como também ruins. Neymar vive seu aprendizado…

fonte (esporte.r7)