Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Governador destrói pessoalmente o primeiro barraco da Favela Marte em Rio Preto

Rodrigo Garcia (PSDB) estará presente no evento de hoje, quinta-feira (30)

São José do Rio Preto, 30 de junho por José Vitor Rack do Jornal Prime – A Favela Marte de São José do Rio Preto está com as horas contadas. Nesta quinta-feira, 30, o governador de São Paulo derrubará pessoalmente o primeiro barraco da favela. Rodrigo Garcia (PSDB) dará a largada no processo de urbanização da favela. Ele será um bairro integrado à comunidade da Vila Itália.

A Favela Marte se tornou conhecida internacionalmente pelas ações de diversas ONG’s junto à comunidade. A atriz Maitê Proença é uma das celebridades que visitaram a favela. Isso se deu ainda antes do processo de urbanização ter início. Hoje a primeira família será alocada em uma residência completamente urbanizada e pensada conforme os planos para o futuro do novo bairro que surgirá, é a família que mora no barraco que o governador ajudará a demolir. Apesar de simbólica, a cerimônia é importante.

A saber: Zoológico de Rio Preto recebe novos filhotes
Com a finalidade de erguer um bairro, derruba-se a favela
Antes de mais nada, os moradores começaram na quarta-feira a se transferir para moradias de passagem. O aluguel é pago pela ONG Gerando Falcões. O dinheiro para isso vem do terceiro setor. Assim sendo, a cerimônia de hoje marca o início da derrubada dos barracos de madeira e telhas para uma nova fase da Favela Marte. Como resultado, ela passa a ser um bairro com esgoto, água encanada, casas de alvenaria e ruas asfaltadas e iluminadas.

Serão construídas duzentas e quarenta casas através da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano – CDHU. A cerimônia de derrubada do barraco com a presença do governador paulista está marcada para as 17h. Os próprios moradores organizaram um cronograma para a retirada das famílias da favela. O prazo inicial para a entrega de todas as casas aos moradores é de dezoito meses.

Não deixe de ler: SENAC Rio Preto tem mais de 300 bolsas de estudo disponíveis
Apesar das dificuldades, a favela venceu
Com efeito, os moradores vivem na favela em condições insalubres. Numa beira de brejo, recebem em suas casas a visita de ratos, baratas e escorpiões. A remoção das famílias é urgente e esperada por todos com ansiedade. O critério para dar prioridade nas remoções é o de remover primeiro mulheres, idosos, famílias com bebês e crianças pequenas, além de deficientes físicos.

Logo depois: Moradores de rua de Rio Preto são monitorados pela Prefeitura

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.