Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Programa de pós-graduação da UFBA emite nota de repúdio após ataques transfóbicos

Mestranda estava apresentando defesa do trabalho durante o ocorrido

Salvador, terça-feira, 28 de junho por David para o site Jornal Prime – Nesta terça-feira (28), o Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais da Universidade Federal da Bahia (UFBA) divulgou uma nota de repúdio as ofensas transfóbicas sofridas por uma aluna durante a defesa de dissertação. A vítima, que participa do programa estudantil, foi machucada durante uma aula virtual, onde apresentava a sua defesa de trabalho para conclusão.

Durante a ação criminosa, os criminosos exibiram vídeos contendo conteúdos em vídeo com propaganda que defendiam ideias nazistas, além de incentivar o discurso de ódio contra pessoas LGBTQIAP+. Posteriormente, na publicação, a universidade demonstrou apoio a jovem e disse condenou as atitudes violentas.

Veja também: Aposta da Bahia que levou R$ 18 milhões na quina de São João foi feita em bolão
“Diante dos fatos, portanto, prestamos solidariedade e oferecemos apoio à então mestranda. Assim, também reiteramos o compromisso da Universidade com a permanente defesa do debate público e com o respeito à dignidade humana”, relatou a nota.
Alunos da Universidade Federal da Bahia cometeram crime
Por fim, os representantes da UFBA ainda aproveitaram para relembrar que desde 2019, o Supremo Tribunal Federal (STF) considera que tanto a homofobia como também a transfobia são crimes. O direito está assegurado na Lei Federal 7.716, de 1989. A ação criminosa também viola o texto previsto no artigo 10 da Lei 9.296, de 1996, que condena a invasão e interrupção de comunicação de informática com objetivos não previstos em lei.

A Superintendência de Tecnologia da Informação (STI) da UFBA recebeu o caso e deve assumir junto ao Gabinete da Reitoria. Os dois órgãos devem fazer uma denúncia para a Polícia Federal, como resultado, o intuito de seguir todos os trâmites para entrada de uma investigação.

Além disso, leia mais sobre: Sete Lagoas novamente teve tremores de terra e moradores ficaram assustados; confira
Dia do Orgulho LGBTQIA+
Em Salvador, serviços gratuitos serão fornecidos como forma de homenagear o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+. Os serviços estarão disponíveis a partir desta terça-feira (28) até às 16h em pontos como estações de metrô do Campo da Pólvora, Lapa e Aeroporto. Confira logo abaixo a lista completa das ações.

Entre os serviços ofertados está a retificação de prenome e gênero, o tratamento de hormonização, além de serviços de ordem psicossocial. Além dos serviços listados também serão abertas as inscrições para cursos de estudo preparatórios para o Enem e Enceja.

Portanto, leia também: Lula pode não participar de evento no 2 de julho mas ato na Arena Fonte Nova é garantido na Bahia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.