Novo Presidente Michel Temer, exonera o Ministério da Cultura



Baixe o aplicativo do JornalPRIME É GRÁTIS.

Uma das primeiras medidas de Michel Temer como presidente interino do Brasil foi a extinção de oito ministérios, entre eles o da Cultura, o que repercutiu negativamente entre a classe artística. Como parte do projeto de cortes do governo provisório, a cultura acabou voltando-se a fundir ao Ministério da Educação, formando o Ministério da Educação e da Cultura.

Quem assumiu a pasta foi o até então deputado pernambucano José Mendonça Bezerra Filho (DEM), político com inexpressiva atuação no campo cultural. O novo ministro ainda não se pronunciou sobre seus projetos para a área.


Deixe uma resposta

Your email address will not be published.