JornalPRIME
Notícias & Entretenimento

O futuro de Marinho vai começar a ser decidido



0
Baixe o aplicativo do JornalPRIME É GRÁTIS.

O atacante Marinho foi um dos principais jogadores do campeonato brasileiro, marcando belos gols e ajudando o time baiano na luta contra o rebaixamento. O Vitória ficou na Série A, mas pode perder Marinho para outros clubes do futebol brasileiro, e até, de fora do Brasil.

O seu futuro deve começar a ser decidido na próxima semana. Há diversos clubes interessados na sua contratação. Um deles é o Flamengo, que quer contar com o jogador para a disputa da Libertadores da America em 2017.

Mas, para contar como jogador, o Flamengo deve ter uma enorme dificuldade do clube baiano em liberar o seu atacante. Para o Vitória, só dinheiro, e nada de envolvimento de jogadores na negociação. Para poder contar com o jogador, o Flamengo terá que desembolsar cerca de 17 milhões de reais.

De acordo com uma publicação do portal EspnBrasil, o atacante ainda deve receber uma oferta do futebol chinês. Geralmente, o futebol chinês trabalha com ofertas que são muito difíceis de serem recusadas. Caso a oferta se concretize, o Flamengo vai ganhar um concorrente que é praticamente impossível de ser superado.

O futuro de Marinho vai começar a ser decidido
O futuro de Marinho vai começar a ser decidido

Mas, não é só o Flamengo que busca a contratação do jogador de 26 anos. O Botafogo e o Grêmio já demonstram interesse no atleta. Além do Santos, que já fez uma proposta pelo jogador, mas, como envolvem jogadores, muito dificilmente será aceita pelo clube baiano.

O Flamengo também acelera as suas negociações com Rômulo, ex-Vasco, que atualmente defende as cores do Spartak Moscou, da Rússia. Além do argentino Conta, ídolo do Fluminense, que atualmente está no futebol chinês.

Caso as negociações tenham um final feliz, o Flamengo terá um dos melhores times do Brasil. Com Conca, Rômulo, Marinho, Guerrero e Diego.

O clube quer entrar forte na Libertadores da América para tentar ganhar o seu segundo título da história.