JornalPRIME
Notícias & Entretenimento

URGENTE : Jair Bolsonaro suspeita que Cuba infiltrou militares disfarçados de médicos no Brasil



O que a muito já vem sendo especulado na mídia e denunciado pelo deputado Jair Bolsonaro começa de forma clara a ser manifesto.

Informe reservado “Mensagem Direta de Inteligência” (MDI) ao ministro Celso Amorim (Defesa) atestou que a ditadura cubana infiltrou militares no programa Mais Médicos.

As informações são do site Diário do poder, que em editorial afirmou a descoberta por parte da Base de Administração e Apoio do Ibirapuera, do Comando Militar do Sudeste, em São Paulo, lugar onde são enviados profissionais cubanos do Mais Médicos. Pasmem! A edição diz que um suspeito foi ouvido pelo exército e confessou ser capitão do exército cubano e que não está sozinho. Segundo o “Diário do Poder”, Amorim, ministro da defesa do governo Dilma, não tomou nenhuma posição sobre o ocorrido.

A suspeita por parte de militares brasileiros surgiu com o hábito do cubano semelhante à caserna militar, como a manutenção sempre muito organizada de sua cama, etc, conforme informações do editorial.

A infiltração de militares no Mais Médicos repercutiu na Câmara. O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) quer convocar Amorim a se explicar. Como sempre, Bolsonaro de forma incisiva já alertou ao ministro de Dilma que não adianta negar o fato, já que, segundo Bolsonaro, ele obteve cópia autêntica do informe reservado enviado à Amorim.