JornalPRIME
Notícias & Entretenimento

A vergonha do Pais : Maradona condena agressão a presidenta Dilma durante abertura da copa



“É uma vergonha. Eu não vou assistir a mais nenhuma partida nos estádios. Eu vou ver no hotel, pela televisão”, disse o craque Diego Armando Maradona, maior jogador da história do futebol argentino, após os insultos dirigidos por parte da torcida à presidente Dilma Rousseff, no Itaquerão; simpatizante da esquerda latino-americana, Maradona torceu para o Brasil, acertou o placar, mas saiu escandalizado com o comportamento da elite brasileira

247 – O craque argentino Diego Armando Maradona foi ao Itaquerão, assistiu ao jogo entre Brasil e Croácia, mas se declarou escandalizado com as agressões dirigidas por parte da torcida brasileira à presidente Dilma Rousseff por parte da torcida. “Absurdo, absurdo”, afirmou à coluna da jornalista Mônica Bergamo.

maradona3_marcusassuncao

Maradona, que é simpatizante da esquerda latino-americana e foi amigo pessoal de Hugo Chávez, disse que não pretende assistir a outros jogos no estádio. “É uma vergonha. Eu não vou assistir a mais nenhuma partida nos estádios. Eu vou ver no hotel, pela televisão”, afirmou.

Durante a partida, ele torceu pelo Brasil e acertou o placar de 3 a 1 para a seleção canarinho.

fonte (brasil247.com)