Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Rio Preto: aumento de água e esgoto assusta população

A nova tarifa dos serviço do SEMAE vale a partir de agosto; tarifa social não será afetado.

São José do Rio Preto, 02 de julho, por José Vitor Rack do Jornal Prime – A conta de água e esgoto do SEMAE em São José do Rio Preto ficará 11,73% mais cara a partir de agosto. Este reajuste foi determinado com o intuito de manter a base no Índice de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA. A autarquia municipal informa que a tarifa social, exclusiva para o atendimento às famílias em vulnerabilidade, não sofrerá este aumento. A tarifa social para pessoas em situação de vulnerabilidade social, também consumindo os mesmos 15 m3, permanecerá pagando R$ 21,30.

Segundo o Conselho Consultivo do SEMAE, o pedido de reajuste apresentado pela comissão técnica da autarquia procede e deve ser atendido. O consumidor de perfil residencial que consome 15 m3 hoje paga por isso R$ 63,50. Com a vigência do reajuste passa a pagar R$ 70,95. 70% dos usuários dos serviços do SEMAE estão nessa faixa de consumo. Da mesma forma, consumidores de perfil comercial e industrial que consomem os mesmos 15 m3, passam de um pagamento de R$ 98,80 para um pagamento de R$ 110,39.

A saber: Feira de móveis de Rio Preto super expectativas de negócios
Aumento da água e do esgoto não repõe completamente as perdas do SEMAE com a inflação

O SEMAE informa que, apesar da aprovação do aumento da água e do esgoto, o índice de correção conseguido neste aumento ainda fica abaixo da “inflação SEMAE”. Este índice interno de controle de custos informa que no período de junho de 2021 a maio de 2022, foi de 14,24%. De acordo com o SEMAE, isso se deve a despesas com combustível, energia elétrica, material elétrico e produtos químicos, que custaram bem mais do que o IPCA. Os aumentos de tarifa de modo a cobrir custos em alta estão previstos legalmente.

A lei municipal atualmente em vigor, de modo a combinar com as leis federais, dispõe que todo ano torna-se imperioso reavaliar os preços públicos cobrados pelos competentes serviços de saneamento básico prestados. São estes aumentos que potencializam os ganhos da autarquia e que permitem a ela manter os investimentos em manutenção e ampliação da rede.

Logo após: Rio Preto sofre ameaça de greve de ônibus
Recursos Hídricos em Rio Preto
A cidade de São José do Rio Preto é conhecida como a capital da região dos grandes lagos. A demanda por água tornou-se cada vez maior na cidade, já que hoje ela tem meio milhão de habitantes e goza de altíssimo desenvolvimento agroindustrial. Com o propósito de aumentar a produção de água, a cidade conta há anos com a exploração dos mananciais subterrâneos, através de poços artesianos.

A seguir: Rio Preto é a quinta cidade com mais casos de dengue no país em 2022

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.