Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

Bitcoin é usado como proteção contra a inflação

Embora alta da inflação seja uma realidade atual, o Bitcoin também pode ser usado com fins mais vantajosos. O Jornal Prime mostra nesta quarta-feira (10), como a moeda digital pode ajudar a multiplicar o patrimônio.

Bitcoin
Créditos da imagem: Pixabay

No Brasil o poder de compra tem se perdido devido a alta dos preços e o aumento da inflação. Isso mostra como as idas ao supermercado têm ficado cada vez mais caras. Além disso, o cenário, se faz extremamente necessário planejar o futuro e proteger o próprio patrimônio.

Criptomoeda solana pode atingir alta valorização no futuro!

Bitcoin como alternativa

Não é de hoje que as moedas digitais têm sido usadas como alternativa de investimentos. As criptomoedas vêm dominando grande parte das notícias sobre finanças e economia, principalmente quando se trata de alta rentabilidade.

Os analistas e entusiastas do Bitcoin afirmam que ela pode ser um ativo que ajude a aliviar a alta da inflação. E tem gente muito rica, investindo nessa ideia.

Estratégias de grandes investidores

Alguns investidores mais experientes, já deram diversas entrevistas sobre as melhores estratégias para comprar Bitcoin. Certamente que além de ser uma forma de conseguir ter alta rentabilidade, também é uma maneira de proteger o próprio patrimônio.

A Tesla e a MicroStrategy, duas das maiores empresas de Business Intelligece, somam o total de 156 mil Bitcoins.

A recomendação de grandes investidores em adquirir Bitcoins para proteger o patrimônio, ainda gera alguns questionamentos. Principalmente pelo fato de se tratar de um investimento de alto risco.

Bitcoin como investimento pouco tradicional

As criptomoedas são ativos voláteis, isso significa que se trata de investimento de alto risco. No entanto, ele possui a premissa de ser escasso. Para entender melhor, quando Satoshi Nakamoto criou a moeda digital, através do processo de mineração, ele estipulou um limite.

Isso significa que ao atingir o total de 21 milhões de unidades ela não deveria mais ser minerada. Contudo, de acordo com o protocolo criado, antes mesmo de atingir essa marca, ela deve começar diminuir seu volume de produção.

Bitcoin
Créditos da imagem: Pixabay

Ou seja, com a redução do volume do Bitcoin, esse ativo passa possui uma proteção contra a alta da inflação. A lei da oferta e da demanda, é o que conta nesse caso, principalmente por haver mais moedas no mercado.

Contudo, a alta da inflação vem afetando o mundo inteiro, devido a pandemia. Com isso, a desvalorização da moeda acaba afetando a população. Da mesma forma, a oferta do Bitcoin diminuiu devido a essa crise, seu valor acabou crescendo. Isso mostra o porquê, pode ser uma boa opção para se proteger da inflação.

Por se tratar de uma moeda que não tem regulamentação. Ela também não se afeta as políticas monetárias de qualquer país ou Bancos Centrais, a situação da econômica não afeta o seu valor.

ETFs de bitcoin do Brasil é melhor que dos EUA?

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.