Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Moradores de rua de Rio Preto são monitorados pela Prefeitura

Foi nomeado comitê para gerir política municipal para esta população

São José do Rio Preto, 28 de junho, por José Vitor Rack do Jornal Prime – O governo municipal de São José do Rio Preto está preocupado com o avanço da pobreza e da população de rua. O prefeito Edinho Araújo (MDB), assinou decisão de governo que regulamentou o Comitê Intersetorial de Políticas Públicas para Pessoas. Em outras palavras, o objetivo declarado do comité é ter o controle das ações de governo para a população em situação de rua.

É visível nas ruas da cidade o aumento importante desta população, que tem muitas necessidades que o governo municipal não consegue suprir sem organização e monitoramento. Farão parte do comitê não apenas integrantes da Prefeitura. Os postos se estenderão a pessoas de entidades do comércio, tais como o Sindicato do Comércio Varejista – SINCOMÉRCIO, a Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto – ACIRP, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – SENAC e a Defensoria Pública.

A saber: Reforço de vacinação com Janssen começa em Rio Preto

O prefeito tem a intenção de ampliar a articulação entre órgãos públicos, movimentos sociais e entidades habituadas a lidar com esta clientela. Ele apoiará várias ações de governo e de serviços públicos em benefício à pessoa em situação de rua.

População de Rua - Foto: Reprodução/Canva População de Rua – Foto: Reprodução/Canva

Logo após: Girassol marca economia e turismo na região de Rio Preto
Rio Preto se organiza para tirar as pessoas da rua
A estratégia do governo com a criação do comitê é produzir planos de ação que detalham estratégias de apoio à população em situação de rua. Existirão metas físicas e financeiras a se atingir com o propósito de se resolver essa questão. Há uma meta de controle social dessa população. Isso será feito por meio de propostas.

A Secretaria de Assistência Social tem reunião marcada com cerca de sessenta comerciantes da região central da cidade com vistas a discutir e solucionar a situação da insegurança no centro. Será, todavia, uma espécie de continuação da campanha do “Não dê Esmolas”, do SINCOMÉRCIO.

Não deixe de ler: Parada do Orgulho LGBTQIA+ de Rio Preto atrai milhares de pessoas às ruas
A polêmica da campanha ‘Não Dê Esmolas’
O SINCOMÉRCIO distribuiu mais de duzentos cartazes no centro de Rio Preto desencorajando as pessoas a darem esmolas à população em situação de rua. Esta campanha gerou muita polêmica no seio da população, já que muito discordam desta postura. A entidade rebate as críticas dizendo que a esmola estimula que as pessoas sigam nas ruas e não busquem sair desta situação.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.