Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Sefaz de Salvador inicia processo de recadastramento de patrimônio cultural

Benefícios sociais para o munícipio serão diversos

Salvador, segunda-feira, 27 de junho por David para o site Jornal Prime – No início deste mês, a Secretaria da Fazenda de Salvador (Sefaz) deu segmento a um projeto de recadastramento imobiliário no município. A iniciativa recebe o nome de Recad e de acordo com informações o objetivo principal é fazer com que imóveis que pertençam à administração pública sejam regularizados. Além disso, o programa é uma forma de também valorizar o patrimônio histórico-cultural da cidade.

Portando, através da iniciativa do Recad, a Sefaz deve possibilitar que diversos ativos da capital baiana sejam avaliados. Essa é uma forma mais eficiente de garantir uma melhor gestão do controle dos bens que pertencem a cidade.

Veja também: Lula pode não participar de evento no 2 de julho mas ato na Arena Fonte Nova é garantido na Bahia
“Salvador é uma cidade histórica e, por causa disso, possui muitas áreas cheias de registros antigos e, talvez, até inexistentes. Precisamos recuperar, regularizar e dar uma destinação adequada para essas áreas. O maior objetivo é de permitir uma integração mais qualificada do cidadão com a cidade. Assim, será possível ver mudanças através de investimentos em área de lazer, requalificação de vias, restauração de áreas verdes e manutenção do patrimônio histórico”, declarou a secretária da Fazenda, Giovanna Victer, durante declaração.
Inicialmente a intenção é que sejam catalogados cerca de 745 imóveis, entre eles terrenos e edificações. De acordo com dados atuais, outros mais de três mil imóveis já se encontram cadastrados no sistema. O contrato com a empresa que será responsável por fiscalizar as atividades foi concluído no início deste mês, no dia 2 de junho.

Além disso, leia mais sobre: PRF registra redução no número de acidentes nas rodovias que cortam a Bahia
Benefícios para Salvador
Por fim, é certo que o município baiano terá muitos benefícios com a ação da Sefaz. A Secretaria ainda acredita que, além de possibilitar que o registro seguro do patrimônio local, o processo de recadastramento pode também contribuir para uma possível revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU).

O objetivo desse programa é criar bases para uma cidade que seja mais inclusiva, equilibrada e sustentável para seus cidadãos. Desta forma, a Sefaz acredita que recadastramento pode ser de suma importância para ajudar a trazer mais qualidade de vida para as pessoas que vivem em Salvador.

Além disso, leia mais sobre: Sete Lagoas novamente teve tremores de terra e moradores ficaram assustados; confira

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.