Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Uberlândia alcança o melhor desempenho em exportações

Os dados levantados são do primeiro semestre deste ano

Uberaba, 22 de agosto, por Aniele Lacerda, Jornal Prime – O centro de estudos da Universidade de Uberlândia (UFU) realizou uma pesquisa. Então, o principal objetivo era levantar dados sobre as exportações na cidade e nos municípios da região, que são 24. De acordo com os dados, este é o maior registro exportado desde o ano de 1997.

Uberlândia e região exportou aproximadamente 50% a mais, em relação ao mesmo período de 2021. Então, o valor obtido alcançou R$7,67 bilhões. Além do crescimento registrado e o alto faturamento, o município e região elevou o valor de venda dos produtos.

Então, veja mais essa notícia em nosso Portal: Polícia prende suspeitos com carro roubado e pistola de mentira em Salvador

Economista fala sobre desempenho de Uberlândia e região

De acordo com o economista, Henrique, as três cidades com maiores exportações foram Uberlândia, Araguari e Ituiutaba. Esta última, registrou um aumento de mais de 100% em relação ao ano anterior. Então, ele revelou que o produto com maior número de exportações foi a soja. E, apesar do alto percentual divulgado dos municípios mineiros, o país no geral teve uma queda.

“A Argentina, que é um grande exportador de óleo de soja e óleos vegetais acabou incentivando as exportações de soja para a China, que acaba processando o produto e fazendo o próprio óleo, ao invés de comprar ele pronto”, afirmou Henrique.

Além disso, leia mais sobre: Adolescente denúncia abuso sexual que sofria do avô e tios na Bahia

Sobre exportações de soja em 2022

No primeiro semestre, o país que registrou maior importação de soja do Brasil foi a China. Segundo informações dos órgão públicos de economia, importaram mais de 35 milhões de toneladas do produto. Em seguida, vem Espanha e Holanda, porém o percentual de queda em comparação ao ano de 2021 chega próximo de 30.

A liderança de exportações é do estado do Mato Grosso, seguido por Goiás, Minas Gerais e São Paulo. Apesar do alto volume exportado pelo Centro Oeste, o crescimento em relação ao ano anterior é quase insignificante.

A Forbes divulgou a expectativa da Abiove, que é a associação responsável pela fabricação de óleos vegetais no Brasil. E, os dados indicam uma redução de 200 mil toneladas de soja. No entanto, o registro contraria a meta estipulada em junho de 2022. Todos os meses, realizam este levantamento e julho seguiu com redução.

Portanto, não deixe de ler também sobre: Homens são presos após serem encontrados com drogas no interior da Bahia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.