Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

Bitcoin: Grande carteira de Bitcoin repte o movimento

Enquanto muitos estão vendendo o Bitcoin, tem poucos que estão comprando, mas por que a terceira maior baleia do mercado fez esse movimento? Bem, você confere nesta quinta-feira, (18) de novembro no Jornal Prime. 

Muitos estão esperando os prometidos US$ 100 mil no valor do Bitcoin, e motivos não faltam. Afinal, a atualização Taproot foi bem-sucedida, e a moeda está sendo cada vez mais negociada. Porém, algumas informações não estão indo à favor da moeda, que há uma semana acumula cerca de 15% de queda.

Terceira maior carteira de Bitcoin faz mesmo movimento de 2017
Créditos de imagem pexels

Mas, embora o cenário pareça ruim, um indicativo mostra haver uma luz para o bitcoin, e que esta queda não será para sempre. Uma carteira, nesta terça-feira (16), adquiriu cerca de US$ 13 milhões em BTC. A compra foi executada quando a moeda atingiu US$ 62.053, assim, essa baleia aumentou consideravelmente sua participação no mercado.

O que esse movimento indica para o bitcoin?

Em meio a tantos motivos para acreditar que o BTC continuará caindo, esta compra aponta para uma direção oposta. A decisão de uma carteira tão grande passa por inúmeras análises, assim, isso indica a possível alta do ativo a longo prazo. Afinal, o tempo das baleias no mercado é bem diferente em relação a outros investidores.

Agora o bitcoin está testando o suporte na área dos US$ 60 mil, então não é possível afirmar para onde ele vai (nunca é). De todo modo, quem acompanha o movimento de grandes baleias, sem dúvida, sabe o que fazer. 

 

Quem são as baleias? 

No mercado financeiro “baleia” é o termo utilizado para classificar investidores que movimentam grandes quantias. Assim, por conta do tamanho da operação, as baleias podem até mesmo mudar a tendência do mercado. Não foi o caso dessa vez, porém há uma coisa que é comum entre esses players. 

Quando o mercado atinge uma máxima, só há uma certeza: uma hora ele vai cair. E no momento em que um ativo desvaloriza (nesse caso é necessário avaliar o motivo), é muito provável que ele suba novamente. Então o que as baleias fazem é um movimento estratégico: elas compram quando o preço despenca e a maioria vende. 

Terceira maior carteira de Bitcoin faz mesmo movimento de 2017
Créditos de imagem pexels

Assim, em um momento como esse, é possível acumular mais criptomoedas como o bitcoin, em relação à semana passada, por exemplo, em que o BTC atingiu sua máxima histórica. De todo modo, as baleias podem ser grandes instituições, fundos de investimentos, e ocasionalmente algum bilionário.

Alguns investidores menores preferem seguir o movimento de alguma baleia, afinal, ela também pode ser um indicador de mercado. Por fim, é importante analisar tudo panoramicamente, afinal, uma notícia apenas, pode ser insuficiente para basear a sua operação, principalmente com bitcoin.

Criptomoedas será o fim delas? Veja oque aconteceu

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.