Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

Xeque-mate: Rei do Bitcoin continua no xadrez

Cláudio José de Oliveira, conhecido como “Rei do Bitcoin”, continua preso após comandar uma pirâmide financeira. O esquema envolvia criptomoedas e prometia lucros rápidos aos clientes. Nesta quinta-feira, (11) de novembro, o Jornal Prime te mostra como está o andamento desse caso. 

Depois que a polícia realizou a prisão do Rei do Bitcoin no dia 5 de julho desse ano, a defesa do acusado entrou com um pedido de habeas corpus. Contudo, o desembargador federal, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), Thompson Flores, negou o pedido. A decisão foi divulgada no final de semana passado. 

Xeque-mate: Rei do Bitcoin e criptomoedas continua no xadrez
Créditos de imagem pexels

Grupo Bitcoin Banco: O nome por trás do golpe

Embora a defesa alegue que a justiça tomou uma “medida totalmente descabida e desproporcional”, o TRF4 não amenizou. Além de chefiar uma pirâmide financeira com criptomoedas, Cláudio também foi acusado por: formação de organização criminosa; lavagem de dinheiro; estelionato; e crimes contra o sistema financeiro nacional.

A ex-esposa do Rei do Bitcoin  também estava envolvida na organização da pirâmide financeira e acusada igualmente. E em relação à reclamação da defesa, o juiz, entretanto afirmou que a Polícia Federal apresentou argumentos o suficiente para comprovar a acusação.

Golpes e pirâmides com criptomoedas

Muitas acusações chegam à justiça em busca de solução depois que pessoas caem em golpes envolvendo criptomoedas. Essa notícia, além de triste, pode impactar o mercado de criptoativos de forma negativa. Desse modo, é importante destacar que nem sempre a culpa é das moedas, mas sim de quem as disponibiliza para a negociação (a corretora). 

Tesla faz teste de Dogecoin como pagamento

Assim, é certo afirmar que a maior parte da culpa é da pessoa que comete esse crime. Porém, não dá para negar que com tanta informação à disposição, cair em golpes como este, pode ser fruto de desatenção. 

Contudo, com alguns passos simples é possível evitar cair nestes golpes com Bitcoin e outras criptomoedas, entre eles, podemos destacar: 

  • Conheça bem a corretora onde você fará as suas operações;
  • Estude sobre o ativo antes de fazer qualquer compra;
  • Desconfie de anúncios de ganhos rápidos;
  • Se você tiver alguma dúvida, procure alguém ou pesquise no Google.
Xeque-mate: Rei do Bitcoin e criptomoedas continua no xadrez
Créditos de imagem pexels

Criptomoeda Squid; Um golpe recente

Nesta segunda-feira (1), muitas pessoas acordaram e simplesmente viram, o que parecia ser uma ótima oportunidade, se tornar um pesadelo. Compradores da moeda Squid, inspirada na série Round 6, viram a moeda, que chegou a valer cerca de R$ 16.000 cair para zero em alguns minutos. 

Nesses casos a justiça não pode fazer muita coisa, pois além de ser difícil identificar os criminosos, ninguém sabe o destino exato do dinheiro. Contudo, casos como esse devem ser vistos como exemplo, e um aviso para aumentar o cuidado durante as operações, tanto com Bitcoin com com outras criptomoedas.

Tesla faz teste de Dogecoin como pagamento

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.