Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Funcionárias denunciam assédio sexual de presidente da Caixa

Depoimentos vão ajudar em investigações seguintes

Salvador, terça-feira, 28 de junho por David para o site Jornal Prime – Funcionárias da Caixa Econômica Federal denunciaram o presidente Pedro Guimarães por assédio sexual. De acordo com elas, o crime aconteceu dentro do banco desde o ano de 2021. Desde o ano passado as funcionárias vinham relatando o comportamento do atual presidente da instituição. Agora, graças a uma reportagem do jornal Metrópoles a polêmica ganha mais força e pode ser o primeiro caso de denuncia pública de assédio sexual de um alto funcionário do governo de Jair Bolsonaro (PL).

De acordo com o relato, um grupo de funcionárias vem dando depoimentos sobre as situações que vem passando dentro da empresa há mais de um mês. Todas as vítimas trabalham ou já trabalharam em grupos ligados diretamente ao gabinete de Pedro Guimarães. Das entrevistas, cinco aceitaram dar entrevistas desde que suas identidades não fossem reveladas. Nos depoimentos, todas afirmam ter se sentido abusadas pelo presente em diversas situações, todas aconteceram dentro do ambiente de trabalho.

Veja também: Aposta da Bahia que levou R$ 18 milhões na quina de São João foi feita em bolão

Entre os relatos, é comum ouvir a denúncia de toques físicos íntimos não autorizações, convites inadequados e abordagens que não deveriam acontecer dentro de um ambiente empresarial. As denúncias foram um pontapé para o início de uma investigação que ainda está em andamento no Ministério Público Federal. Atualmente as informações sobre o caso são mantidas sob sigilo.
Detalhes das denúncias
Em suma, as principais denúncias das funcionárias que já prestaram depoimento estão relacionadas a viagens realizadas junto ao presidente da Caixa durante o programa Caixa Mais Brasil. A iniciativa tem o objetivo de levar mais democratização a gestão do banco e, por exemplo, dar mais visibilidade a empresa pelo resto do país. Mais de cento e quarenta visitas por todas as regiões do Brasil foram feitas desde o ano de 2019.

Durante as viagens, que aconteciam principalmente durante os finais de semana, executivos e um grupo de funcionários acompanha o presidente a partir de Brasília. O percurso segue com Guimarães visitando algumas agências, se reunindo com autoridades locais e conhecendo projetos sociais que tiveram ajuda financeira do banco.

Todos do grupo ficavam hospedados em hotéis e participavam dos eventos de confraternização. Segundo as vítimas, esses eram os principais momentos onde os episódios de assédio aconteceram.

Além disso, leia mais sobre: Sete Lagoas novamente teve tremores de terra e moradores ficaram assustados; confira

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.