Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Grupo cai em golpe ao comprar diamante em Patos de Minas; confira

Os autores do golpe foram presos

Uberaba, 24 de junho, por Aniele Lacerda, Jornal Prime – A Polícia Militar de Patos de Minas foi acionada por um grupo de pessoas que caíram em um golpe na compra de um diamante rosa. O valor de mercado da pedra preciosa é R$50 milhões, mas eles pagaram um valor de R$300 mil. Após entregar a quantia, descobriram que era falsa.

O grupo era composto de quatro pessoas, sendo três homens e uma mulher, eles se apresentaram como compradores de diamante. Então, um dos autores do golpe, denominado de Chicão, estava à frente das negociações. O mesmo informou que sabia de duas pessoas que estariam vendendo o diamante rosa.

Então você pode gostar: Ações contra desmatamento será tema de debate na Assembleia Legislativa de Minas Gerais
Negociação do diamante rosa em Patos de Minas
O encontro para negociação da pedra preciosa foi no sábado (18), na BR 365, na Balança do DNIT, em Patos de Minas. De acordo com o grupo, confirmaram a veracidade do diamante através de uma caneta e então marcaram um segundo encontro para terça-feira (21).

Compradores e vendedores se reunirão no início da noite, de acordo com o grupo, eles chegaram e os autores do golpe já estavam aguardando no local combinado. Em seguida, após a realização da transação, os dois vendedores fugiram por um cafezal na região.

Desconfiados da situação, eles testaram novamente a veracidade do diamante e descobriram que a pedra era falsa. Ao questionaram Chicão, o mesmo saiu em busca dos autores com um celular em mãos. No entanto, voltou logo após e afirmou que havia sido vítima de um golpe também.

Além disso, leia mais sobre: Prefeitura Municipal de Uberaba assina Carta de Intenções para o Projeto Geoparque Uberaba
Depoimento de Chicão para a Polícia Militar e prisão em flagrante
Após revelar que era vítima do golpe igual os compradores, eles acionaram a Polícia Militar no local. Então, na hora do depoimento, Chicão entrou em contradição e confessou que sabia sobre o esquema e informou aos militares os nomes dos outros autores, Hermes e Roberto dos Reis.

Após o questionamento sobre o aparelho celular, Chicão contou aos militares que estaria escondido no cafezal e que ele buscaria. No entanto, ele tentou fugir e precisou ser contido pelas autoridades, inclusive causando ferimento na mão de um dos militares.

Chicão forneceu aos militares a localização dos outros autores, mas só localizaram Hermes e o mesmo foi preso em flagrante, quando tentava fugir em uma bicicleta. No entanto, na sua residência, não encontram nada ilícito. A Polícia Militar de Patos de Minas não localizou Roberto, conhecido como Robinho.

Portanto, não deixe de ler também sobre: Comissão da Câmara de Uberlândia discute sobre regularização de assentamento

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.