Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Médica encontrada sem vida em banheiro do hospital em Pirenópolis, Goiás

O caso está sendo investigado, entenda

Goiânia, 30 de junho, por Ellen Vaz do Jornal Prime – Uma médica de Pirenópolis, Goiás, foi encontrada morta no banheiro do hospital em que trabalhava. Os colegas de trabalho encontraram Jayda Bento, sem vida, ao lado do frasco de um medicamento suspeito. A polícia está investigando melhor o caso. Sendo assim, acompanhe agora essa notícia.

Sendo assim, confira agora em nosso site Jornal Prime, todas as notícias regionais. Aqui você também encontra categorias como entretenimento e muito mais. Além disso, não se esqueça de deixar a sua opinião no final deste artigo. Compartilhe também com os amigos mais essa matéria cheia de informações. Você é bem-vindo para conferir todo nosso conteúdo no site.

Além disso, leia também a matéria disponível no site Jornal Prime: Mulher procura a polícia após receber 22 multas de trânsito; veja
Médica encontrada sem vida em banheiro do hospital em Pirenópolis
Contudo, confira também a matéria disponível no site Jornal Prime: Modelo de Anápolis é a representante de Goiás no Miss Universo Brasil

Os colegas de Jayda encontraram a mesma sem vida no banheiro do hospital. Ou seja, ela estava morta e ao lado do corpo foi encontrado um frasco com um medicamento que consegue controlar o sono. Além disso, com o medicamento havia uma seringa.

Sendo assim, como a situação era suspeita, a polícia decidiu investigar o que houve. Ao encontrarem o corpo de Jayda, os profissionais da unidade de saúde acionaram a polícia e o IML. A polícia afirma investigar a hipótese de suicídio ou morte por acidente. Ou seja, na situação de morte por acidente, a hipótese é de que a médica administrou uma quantidade errada da dosagem do medicamento encontrado.

Além disso, uma informação de que a profissional estava cumprindo um plantão de mais de 60 horas vazou e acabou deixando a reputação do hospital em risco. Entretanto, a administração do hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime em Pirenópolis estado de Goiás, afirma que a profissional não estava cumprindo uma carga horária longa no momento em que morreu e que inclusive ela estava iniciando o seu segundo plantão. Ou seja, a unidade afirma estar à disposição para prestar os esclarecimentos as autoridades. Jayda bento tinha 26 anos.

Nas redes sociais a família e os amigos prestaram diversas mensagens de apoio, homenagens e sofrimento pelo luto. A família afirma não haver hipótese de suicídio, pois a moça era muito alegre e não passava por nenhum problema ou pressão recentemente.

Por fim, acompanhe também a matéria disponível no site Jornal Prime: 7 anos da morte do cantor: pai de Cristiano Araújo quer lançar álbum póstumo

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.