Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Secretário municipal de Uberaba anuncia implantação de usinas fotovoltaicas

O anúncio foi realizado pelo secretário municipal de Serviços Urbanos e Obras

Uberaba, 26 de junho, por Aniele Lacerda, Jornal Prime – O secretário municipal de Serviços Urbanos e Obras de Uberaba, Anderson Passos, informou que a implantação de usinas fotovoltaicas na cidade para atendimento a prefeitura, está prevista para este ano de 2022.

De acordo com o secretário municipal de Uberaba, a análise contrato da Parceria Público Privada (PPP), que será para a implantação da usina, já está em fase final. Além disso, os últimos ajustes finalizarão na próxima semana e já darão o pontapé inicial.

Então veja também: Sudoeste baiano celebra a retomada da economia junto aos festejos de São João
Contratação foi realizada pelo ex-prefeito de Uberaba
O consórcio Solares, para implantação da planta que irá gerar energia solar para atender a demanda do município, foi contrato pelo ex-prefeito de Uberaba, Paulo Piau. No entanto, o secretário afirmou que com a troca de gestão, o processo não avançou. Além disso, assinaram a ordem de serviço para realização da obra no final de 2020.
“Temos tido reuniões frequentes para aparar as arestas e entender questões operacionais. Isso deve ser finalizado nas próximas semanas para dar start na PPP, porque ela é tecnicamente viável”, afirmou Anderson Passos.
Além disso, leia mais sobre: Prefeitura Municipal de Uberaba assina Carta de Intenções para o Projeto Geoparque Uberaba

O secretário revelou que a nova gestão decidiu fazer uma análise técnica detalhada do projeto e dos termos que constam no contrato. No entanto, ele afirma que a Prefeitura Municipal de Uberaba não desistiu da Parceria Público-Privada.
Sobre o projeto
O secretário municipal explicou que o projeto terá algumas mudanças em relação a proposta inicial. Este irá incluir a CODAU, que terá o atendimento da usina fotovoltaica. Então ele explica que todos os prédios que são partes da Prefeitura Municipal de Uberaba, terá fornecimento do consórcio.

A previsão é que o projeto tenha a instalação de três usinas fotovoltaicas no município, com geração de até 26 gigawatts por ano. De acordo com dados, a estimativa é que o município consuma 19 gigawatts anualmente. Além disso, conforme consta no contrato, comercializarão a geração excedente de forma particular e uma parte da renda irá para os cofres municipais.

Segundo Anderson Passos, a previsão para implantação das usinas fotovoltaicas é de um ano. Então, caso não apareça algum imprevisto, a geração solar no município iniciará na metade de 2023. A instalação custará mais de R$60 milhões para a iniciativa privada e contrato prevê 25 anos de concessão.

Portanto, não deixe de ler também sobre: Comissão da Câmara de Uberlândia discute sobre regularização de assentamento

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.