Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

ALMG debate sobre o futuro das escolas de Montes Claros

A audiência contou com a presença da secretária de educação do município

Uberaba, 01 de setembro, por Aniele Lacerda, Jornal Prime – Comissão e parlamentares se reuniram mais uma vez na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) para discutirem sobre a situação das escolas de Montes Claros. Então, uma das responsáveis pela secretaria de educação do município esteve presente na audiência para explicar sobre o Projeto Mãos Dadas. No entanto, ela não soube responder os questionamentos direcionados para ela.

O Projeto Mãos Dadas está em Plenário na ALMG desde o ano de 2021. Este é de autoria do governador de Minas Gerais e envolve as escolas de Montes Claros e do Norte do estado. Além disso, o principal objetivo da lei é o repasse de materiais e recursos para as unidades escolares. Dessa forma, após a assinatura em um termo de adesão, os municípios terão a possibilidade de ampliar o ensino fundamental.

Então, veja mais sobre: Campanha de vacinação contra pólio poderá ter aplicação nas escolas de Salvador

Representante da secretaria de Montes Claros explica situação

A principal preocupação da dos representantes escolares de Montes Claros é a questão do fechamento das escolas. Porém a secretária da educação do município, Maria Levimar, explicou que não será dessa forma. De acordo com ela, as escolas que só ofertam os primeiros anos do ensino fundamental serão cedidas para o Executivo da cidade.

“Isso será feito com todos os cuidados. Vamos designar professores estaduais na rede municipal, os prédios dessas sete escolas serão cedidos ao município e estamos verificando como faremos com relação ao atendimento dos estudantes com deficiência”, afirmou ela.

Além disso, leia mais sobre essa notícia em nosso Portal: Mãe suspeita de matar os filhos fica em silêncio em depoimento

Outras explicações sobre o projeto

A deputada Beatriz Cerqueira, responsável pela convocação da auditoria, questionou a secretária sobre detalhes do projeto. A parlamentar indagou quais os termos firmados entre o governo federal e Minas Gerais. Além disso, quis saber mais detalhes sobre a origem dos recursos para implementação do projeto. No entanto, Maria não soube responder e dar mais explicações sobre o assunto.

A parlamentar ainda citou a reunião que ocorreu no início do mês de agosto. Na ocasião, comissões da ALMG visitaram a comunidade escolar de Montes Claros e eles estavam angustiados, pois não sabiam como será o futuro das instituições de ensino. Além disso, outro ponto apresentado por Beatriz é a questão do transporte da zona rural. Com a implementação do projeto, o benefício será de responsabilidade do governo federal.

Portanto, não deixe de ler também sobre: Dois homens são presos por envolvimento em homicídios e roubos em Mata de São João, na Bahia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.