Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Após alta do preço de botijão de gás, população de Uberlândia busca outras alternativas

A população procura por fogareiro e fogão a lenha

Uberaba, 27 de junho, por Aniele Lacerda, Jornal Prime – O aumento no valor do botijão de gás, fez a população de Uberlândia buscar outras alternativas no comércio da cidade. Com isso, elevaram o número da busca de fogareiro e fogão a lenha no município.

Segundo informações e dados divulgados pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Naturais e Combustíveis (ANP). Além disso, nos últimos dois anos, o valor do botijão de gás em Uberlândia subiu mais de 60%. Com o aumento, muitos consumidores do município aumentaram a busca por outras alternativas, entre elas carvão, fogareiro, fogão a lenha e até mesmo álcool.

Então veja também: Inflação de junho na região metropolitana de Salvador é a mais alta do país
Declaração de um empresário de Uberlândia sobre o assunto
De acordo com um empresário da cidade, proprietário da loja Curinga Grill, que é especializada nos produtos que substituem o botijão de gás, a procura cresceu em 15% no ano de 2022. Ele ainda afirma que esse crescimento é devido a alta inflação.
“Hoje nós estamos sofrendo muito o impacto da inflação. As pessoas de alto poder estão cada vez mais ricas e o pobre está cada vez mais pobre. Com a alta dos insumos em todo o mundo as pessoas estão partindo para alternativas, porque elas precisam se alimentar”, afirmou ele.
Além disso, leia mais sobre: Jovem é morto a tiros dentro de estabelecimento em Feira de Santana na Bahia

O empresário, Thiago Barbosa, revelou que a alternativa mais em conta para substituir o botijão de gás, é o fogão a lenha. De acordo com ele, um pacote de lenha está custando em torno de R$34, 00 e a durabilidade é bem maior. Além disso, ele afirma que muitas pessoas optam por essa alternativa pelo valor do gás, mas outros preferem pela qualidade do alimento produzido no fogão a lenha.
Empresária fala sobre o fogareiro
Outra empreendedora de Uberlândia, do ramo de fogareiro, dona da Casa das Churrasqueiras, contou que a procura pelo fogareiro ou fogão portátil, que é movido a álcool, aumentou em 80% em 2022. Ela informou que é uma alternativa mais barata que o botijão de gás e para a produção de quatro refeições, é necessário a utilização de 300 ml de álcool.

Natália Lima de Oliveira, proprietária da loja, afirma que a tendência é que a situação do país piore, devido a inflação. Então, ela revela que o fogareiro pode ser um aliado na busca de reduzir os gastos da população.

Portanto, não deixe de ler também sobre: Comissão da Câmara de Uberlândia discute sobre regularização de assentamento

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.