Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Tentativa de feminicídio marca final de semana na grande Contagem

Homem fica irritado com comportamento de sua ex-mulher

25 de julho de 2022, Contagem. Thalles Cakan. Em mais uma tentativa de feminicídio marca novamente o final de semana em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte. Na noite deste domingo (24), um homem agrediu a sua ex-companheira na festa do filho do casal. Gostou da matéria? Acesse nosso site do Jornal Prime.

Segundo pessoas do local, estava ocorrendo uma festa infantil quando um homem chegou a ameaçar com uma faca a ex-mulher e logo em seguida ela foi agredida. A Polícia Militar foi acionada e chegou na hora do ocorrido para evitar maiores transtornos.

 

Leia também: Prefeitura faz poda preventiva de árvores em Goiânia

Tentativa de feminicídio está por toda parte

Ainda segundo os relatos, o motivo da fúria foi justamente a sua ex-companheira estar bem consigo mesma, visto que, estampava a sua felicidade e ainda por cima estava dançando com as demais pessoas que estavam na festa. O homem se revoltou de tal forma que, deu murros e tapas em seu rosto. Como consequência, a mulher ficou com um corte na boca, um dente quebrado e ainda por cima seu aparelho totalmente danificado pelas agressões.

Com a chegada da Polícia Militar, Maycon negou as acusações feitas como a faca e a agressão contra sua ex-mulher. Somente confirmou que, chegou a se desentender apenas isso. O homem foi preso e teve a apreensão da faca. Conforme normalmente ocorre nos lares brasileiros, a mulher afirmou que já ocorreu de ter sido agredida, porém, jamais prestou queixa a PM. Segundo relatos ambos estão separados, porém, convivem na mesma casa.

Leia também: Dados do TSE mostram que o eleitor de Rio Preto está mais escolarizado

Medo e insegurança

Diante a tantos problemas registrados no Brasil afora, as tentativas de feminicídio crescem ano após ano, e portanto, mulheres de maneira em geral precisa combater. No entanto, tem medo do que podem acontecer com elas por conta das denúncias. Por isso, preferem ficar a margem do silêncio.

De forma cautelar, nem sempre as medidas protetivas vão ajudar a vítima, tornando-se ainda mais propensas a sofrerem nas mãos dos acusados. Portanto, é preciso fazer a diferença e tomar a coragem para não ter maiores problemas. A necessidade e a dependência por conta de serem na maior parte chefes de família é o que a mulher fica propensa em não denunciá-los. Por isso, a necessidade de serem independentes na questão econômica é essencial para se ter uma vida tranquila.

Homem agride ex-mulher em Contagem. Créditos: Reprodução Twitter
Homem agride ex-mulher em Contagem. Créditos: Reprodução Twitter

Leia também: Deputado Kim Kataguiri fala de Bolsonaro e Lula; confira

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.