Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Trabalhador morre após ser atingido por máquina em porto da Bahia

Família pede investigações

Salvador, segunda-feira, 27 de junho por David para o site Jornal Prime – Um operário que trabalhava no Porto de Aratu, em Candeias foi morto após ser imprensado contra o caso de um navio pela pá mecânica de uma das máquinas do local. A tragédia aconteceu durante a noite deste domingo (26), na região metropolitana de Salvador, na Bahia. A vítima foi identificada como Adalton Assis Oliveira, ele tinha 66 anos de idade.

De acordo com informações de uma das testemunhas, o homem estava de costas para a máquina no momento do acidente. O motorista que cuidava da pá carregadeira acabou engatando a marcha à ré, que fez com que a máquina andasse e imprensasse Adalton contra a embarcação. Ao ver o movimento colegas tentaram avisar o motorista ao gritos mas não tiveram resultado. Ao retirar o veículo a vítima caiu no chão desacordada. Ele chegou a ser atendido, mas não resistiu aos ferimentos.

Veja também: Sete homens assaltam passageiros de ônibus na divisa entre Bahia e Sergipe

Adalton morava no bairro de Plataforma, no subúrbio da capital baiana. Segundo os colegas, ele foi até o Porto para ajudar a terminar de transportar a carga de um navio que trazia fertilizantes. Não se sabe qual a origem da embarcação.
Família pede investigação
Por outro lado, segundo a sogra do operário desde que a família foi informada sobre o acidente não conseguiu ter acesso ao local do acidente. O apelo é que haja um reforço durante as investigações para que tudo seja esclarecido. Adalton era casado e tinha um filho de dez anos.
“A empresa fala que foi a máquina que bateu nele, e já caiu morto. A família não pôde ter acesso e só veio resolver agora na manhã da segunda-feira. Tem que investigar”, afirmou a mulher de Adalton.
Além disso, leia mais sobre: Prefeitura Municipal de Uberaba assina Carta de Intenções para o Projeto Geoparque Uberaba
Resposta da empresa
A TGS Norte Estivador, empresa responsável, informou em uma nota que lamenta o ocorrido com o operário, além disso, se solidariza com a família da vítima. De acordo com a companhia, os parentes do funcionário estão recebendo a devida assistência.

Por fim, a nota ainda diz que as causas “estão sendo apuradas pelas autoridades competentes com absoluta cooperação do operador portuário e do órgão gestor de mão de obra do trabalho portuário (OGMOSA)”. A TGS afirma que vai acompanhar de perto as investigações sobre o acidente.

Portanto, não deixe de ler também sobre: Comissão da Câmara de Uberlândia discute sobre regularização de assentamento

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.