Publisher is the useful and powerful WordPress Newspaper , Magazine and Blog theme with great attention to details, incredible features...

[diario_shortcode template=”card_img” colunas=”4″ s=”internofolha” numero_de_parceiros=”4″ mono_post=”sim” colunas=”4″ top=”4″]

Pesquisadores de Uberlândia desenvolvem tratamento para AVC

A ferramenta desenvolvida auxilia o tratamento das pessoas acometidas pela doença

Uberaba, 24 de agosto, por Aniele Lacerda, Jornal Prime – Profissionais da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) desenvolveram um jogo virtual para pessoas afetadas pelo Acidente Vascular Cerebral (AVC). Em princípio, pesquisadores de outras instituições criaram o aparelho em 2019, com o intuito de minimizar as sequelas causadas pela doença.

Aproveitando a ferramenta, os pesquisadores de Uberlândia desenvolveram um tratamento para os pacientes com AVC. Inicialmente, o jogo está em fase de teste e o foco é pessoas com sequelas nos braços. O aparelho, já existente, recebeu aperfeiçoamento dos cientistas da UFU.

Então, veja também mais essa notícia em nosso Portal: Operação resgata dois homens em situação de trabalho escravo em Feira de Santana

Ferramenta desenvolvida pelos pesquisadores de Uberlândia

No modelo de 2019, o aparelho detectava movimentos extras dos membros superiores dos pacientes. Então, a situação prejudicava a recuperação e atrapalhava o processo de desenvolvimento do jogo. Dessa forma, com o apoio de outros órgãos e laboratórios, pesquisadores de Uberlândia aperfeiçoaram a ferramenta, Myo.

“Após a defesa e testes dessa versão de 2019, nos aproximamos mais no BioLab e identificamos várias formas de dar continuidade ao projeto e corrigir a principal falha apontada na primeira versão: a captura com o Myo permitia que o paciente fizesse movimentos compensatórios que poderiam agravar o estado dele ao invés de reabilitar”, disse um dos pesquisadores de Uberlândia.

Além disso, leia mais sobre: Mulher é asfixiada por ex-marido em Vitória da Conquista, na Bahia

Um pouco sobre o jogo

O jogo virtual é criado para que os pacientes de Uberlândia controlem uma ave. Com isso, a missão principal é o desvio dos obstáculos que aparecem durante as fases. A ferramenta virtual permite a análise de todos os movimentos dos braços, através de rastreio e um sistema 3D. Durante a sessão, terapeutas ficam por perto e realizam anotações em um painel próprio para essa função.

A atividade não permite trapaça das pessoas de Uberlândia que estão em tratamento. Ou seja, se o movimento não for correto, a ave não se move. Dessa forma, exige que o paciente realize conforme o solicitado no jogo.

Durante a atividade, pacientes recebem rastreadores em cinco parte do corpo. Assim, permite que o sistema leia corretamente todas as informações. Então, os profissionais de fisioterapia decidirão qual a melhor forma de proceder com o tratamento de cada pessoa afetada pelo AVC.

Portanto, não deixe de ler também sobre: Salvador tem início de semana com chuva e clima frio

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.